Projeto Solidário

Projeto Solidário pela Educação em São Tomé e Príncipe

"COM AMOR PELAS ILHAS DO EQUADOR"

À Comunidade do JIP

Hoje vimos pedir a vossa colaboração para um projeto que entusiasmou toda a Equipa Pedagógica da Escola, um projeto solidário pela Educação em São Tomé e Príncipe.

Em reunião de Equipa Pedagógica, a Constança Pinel, uma ex-aluna, veio apresentar-nos este projeto, em que está muito empenhada, e desafiar-nos para participarmos nele.

Fomos contagiados pela Constança. Ficámos muito entusiasmados, por isso aderimos de imediato ao seu desafio.

Pensamos que é uma boa oportunidade para sermos solidários, de conversar e de sensibilizarmos os meninos sobre as condições de vida das crianças em outras partes do mundo.

Vimos apelar à vossa melhor colaboração, esperando que também se deixem contagiar por esta causa solidária. Segue a apresentação do projeto feita pela Constança.

A  Equipa Pedagógica do JIP

.................................................................

Olá a todos,

O meu nome é Constança Pinelo, tenho 17 anos e sou ex-aluna do Pestalozzi.

Este ano, estou a desenvolver um projeto solidário com São Tomé e Príncipe com o nome: “CAIE-Com Amor para as Ilhas no Equador”.

Este projeto tem como objetivo a promoção das condições de educação das crianças em São Tomé através da doação de kits escolares e do contacto com estudantes e com a cultura portuguesa.

Por isso, em parceria com o projeto “Leve-Leve para São Tomé” - do qual sou embaixadora, vamos organizar uma campanha de recolha de kits escolares para serem doados às crianças da roça Água Izé e da escola D. Maria de Jesus para o próximo ano letivo 2020/2021.

Para isto, queria muito pedir a vossa ajuda para concretizar o objetivo de angariar 30 kits escolares!

Muito obrigada pela vossa colaboração,

Constança Pinelo

....................................................................

Um KIT é composto pelo seguinte material:

- 1 mochila

- 4 cadernos A5

- 5 esferográficas (azuis/pretas)

- 5 lápis

- 1 borracha

- 1 afia

- 1 estojo

- 12 lápis de cor

- 1 bloco de folhas A4 de desenho

Nota: Aceitam-se contribuições destes materiais avulso . Os KITs serão depois compostos com os meninos, nas turmas, até ao dia 15 de janeiro.

 

Foto STP Desenho JT

 

 

 

Magusto no JIP

O teatro que os meninos dos 5 anos fizeram sobre a Lenda do S. Martinho foi um dos pontos altos do Magusto do Jardim Infantil Pestalozzi, comemorado no dia 11 de novembro. Seguiram-se as atuações dos outros grupos, com canções e declamações de poesias. Todos muito empenhados, mas felizes e divertidos.

À tarde, comeram-se as castanhas que tinham sido trazidas de casa. Umas foram assadas na fogueira, pelo David e pelo Fernando, nos assadores tradicionais de lata que a Lurdes conseguiu comprar. A D. Almerinda contribuiu com castanhas cozidas com erva doce. Cada menino tinha o seu pacotinho de castanhas, preparado de véspera na sua sala.

 

 

 

 

 

 

estrelas IMG 20191111 WA0003
   

 

«Pão por Deus»

O Pão por Deus foi comemorado na nossa Escola, de acordo com a tradição e o ciclo da natureza. A azáfama principiou uns dias antes com o ensaio das canções para cantar aos outros grupos e com a escolha das receitas para preparar as iguarias para oferecer. Cada turma preparou bolinhos, doces ou fruta para oferecer aos colegas que iam pedir Pão por Deus, que dispôs numa mesa cuidadosamente decorada… porque os olhos também comem!

As turmas visitaram-se umas às outras, cantando canções, e dando e recendo as iguarias, num momento de convívio muito agradável. À tarde, os pais foram convidados para se juntar à festa e provar as delícias partilhadas. Foi um dia bem passado!

 

 

IMG 20191031 WA0001

Assembleia 1.º período

A existência de um menino de cada grupo na mesa da Assembleia Geral de Escola, desde os 4 anos, foia novidade deste ano letivo (2019/2020), com o objetivo de reforçar a noção de representatividade de todas turmas. Estiveram três alunos do 4.º ano que, por serem os meninos mais velhos, assumiram os papéis de dar a palavra e de escrever a ata.

A primeira Assembleia Geral de Escola do ano letivo realizou-se no dia 4 de dezembro de 2019, com a leitura da ata da Assembleia anterior. Feito o ponto da situação sobre o que tinha ficado pendente, a Direção da Escola informou que as andas pedidas pelos meninos já tinham sido escolhidas pelo professor de Educação Física e que iam ser compradas no próximo período. Nesse momento, iria ser colocado o relógio sugerido pelos meninos no recreio para ajudar a contar o tempo.

A propósito da contagem do tempo para andar de andas, falou-se na necessidade de ter em conta o bom senso dos meninos nos momentos de partilha de materiais, em vez de estarmos sempre a colocar mais regras e mecanismos para controlar o seu cumprimento. Mas, claro, a medida do bom senso não é mensurável e leva tempo a construir, implicando sensibilidade, empatia e respeito pelo outro.

Relativamente à partilha dos baloiços, foi reiterado que, por questões de segurança, os meninos da infantil deveriam andar nos baloiços da infantil e os do 1.º ciclo nos baloiços do 1.º ciclo. As questões de segurança também prevaleceram quando foi abordado o assunto dos ferros: os meninos podem estar de cabeça para baixo, desde que tenham as mãos agarradas. De resto, devem ser cuidadosos, tanto os meninos que estão nos ferros, como os colegas que passam perto dos mesmos.

Quanto aos recreios conjuntos, devem continuar nos dias habituais, ou seja, às terças e sextas-feiras. Os meninos do 4.º ano propuseram-se estudar uma solução para gerir a realização dos recreios conjuntos e os dias de futebol de cada turma, ficando de apresentar a sua proposta na próxima Assembleia, que ficou agendada para janeiro, em dia a definir. Os alunos do 4.º ano sugeriram, ainda, que houvesse responsáveis de cada turma para colaborar na manutenção da casa de banho do recreio, mas o assunto ficou por discutir.

Na mesa da Assembleia, além dos alunos, estiveram o educador Fernando, a professora Leonor e a auxiliar Rita. Verificou-se que as Assembleias estão a correr cada vez melhor, sendo cada vez mais evidente a construção de uma cultura democrática por todos os meninos e adultos da Escola.

 

20191204 092221 20191204 093525

 

IMG 20191209 WA0025